distrito Santa Luzia

Polícia identifica estudante que ameaçou praticar massacre em escola pública do distrito de Santa Luzia

A Escola Estadual Professora Maria Fontes, no distrito de Santa Luzia, em Caratinga, ficou em alerta nessa segunda-feira (03) quando recebeu uma ameaça através de um perfil falso no Instagram. A mensagem dizia: “Dia qualquer, dia do massacre. Se prepare Maria Fontes, vocês são os próximos. Dica observando minhas futuras vítimas”.

 

 

A diretora da escola entrou em contato com a Polícia Militar imediatamente e a ocorrência foi registrada na manhã de hoje. Nesta terça-feira (04), os delegados Sávio Moraes e Luiz Eduardo Gomes estiveram no distrito e disseram que o caso já foi solucionado.

 

 

O delegado Luiz Eduardo conta como o fato chegou ao conhecimento da polícia.

 

 

https://radiocidadecaratinga.com.br/wp-content/uploads/2023/04/04-04-LUIZ.mp3

 

 

 

 

Em poucas horas o autor da ameaça foi identificado. Era um estudante.

 

 

 

 

O delegado diz que a página já foi retirada do ar.

 

 

 

 

 

 

E lembra que crimes praticados na Internet não ficam no anonimato.

 

 

 

 

O menor, ouvido e liberado, irá responder por ato infracional análogo ao crime de ameaça.

 

 

Episódios recentes

A direção da escola Maria Fontes teve motivos para se alarmar, além da gravidade da mensagem publicada. Nesta terça-feira (04), o adolescente de 13 anos suspeito de planejar um atentado a uma escola da cidade mineira de Capelinha, no Vale do Jequitinhonha, foi apreendido. O crime análogo a terrorismo, que estaria sendo planejado por ele, foi frustrado com a antecipação da polícia.

 

 

Há uma semana, um adolescente, também de 13 anos, matou uma professora, feriu outras três e um aluno a facadas, em uma escola pública da zona oeste de São Paulo. Ele disse que planejava o atentado há dois anos e o crime chocou o país.

H