julgamento

Tatuador que matou esposa com tiro na cabeça, no bairro Dr. Eduardo, é condenado a mais de 15 anos de prisão

 

 

O resultado do julgamento de Marcos Lucas de Campos foi anunciado no final da noite de ontem (05). O tatuador acusado de assassinar a esposa Carla Tamires do Nascimento Teodoro foi condenado a 15 anos e nove meses de prisão. Carla foi morta com um tiro na cabeça no bairro Doutor Eduardo, em Caratinga, em novembro do ano passado. Ela tinha 23 anos.

 

 

 

 

 

Após 11 horas de julgamento, o homem de 32 anos foi sentenciado a cumprir a pena em regime fechado por homicídio qualificado por motivo fútil, recurso que dificultou a defesa da vítima e feminicídio. Também deverá pagar R$ 100 mil por danos morais.

 

 

Marcos Lucas falou por mais de uma hora e afirmou que o disparo que tirou a vida de Carla Tamires foi acidental. O advogado de Marcos, Anderson Humberto, sustenta que não há requisitos necessários para a prisão preventiva e que a pena é contrária às provas apresentadas pela defesa, que já interpôs recurso.

 

 

https://radiocidadecaratinga.com.br/wp-content/uploads/2023/09/06-09-ADVOGADO.mp3

 

 

 

 

 

 

A promotora Renata Oliveira, que representou a família durante o júri, apresentou dados alarmantes referentes à violência doméstica. Segundo a promotora, foram mais de 70 feminicídios entre janeiro e junho de 2023 e mais de 78 mil casos de violência doméstica só em Minas Gerais.

 

 

 

 

Marcos e Carla namoraram seis anos e viveram cinco anos casados. De acordo com a mãe da vítima, apesar do relacionamento abusivo, a filha acreditava que o marido poderia mudar o comportamento. Por isso, sempre ficou ao lado dele.

 

 

H