júri

Homem que matou e escondeu corpo de jovem de Bom Jesus do Galho é condenado a 21 anos de prisão

 

O homem que confessou ter assassinado Bruna Nunes de Souza Silva, de 18 anos, foi condenado a 21 anos de prisão por homicídio triplamente qualificado. O crime aconteceu em julho de 2023, em Bom Jesus do Galho. O corpo de Bruna foi encontrado dez dias após o desaparecimento. Ele estava enterrado perto de uma nascente, em uma mata de difícil acesso, entre os córregos Santa Maria e São Francisco.

 

 

 

 

O acusado foi preso um dia após os fatos no município de Rio Casa, onde ele pretendia embarcar em um ônibus e fugir para João Monlevade. Ele confessou ter matado a vítima, alegando ter sido roubado por ela. Mas as investigações revelaram que a vítima se relacionou com a ex-companheira dele, o que provocou ciúmes e motivou o homicídio.

 

 

A sessão do Tribunal do Júri, que aconteceu nessa terça-feira (30) no Fórum de Caratinga, foi extensa e terminou perto das 22h. O Conselho de Sentença acolheu todas as qualificadoras propostas pelo Ministério Público, representado pelo promotor de Justiça Henri Castro.

 

 

https://radiocidadecaratinga.com.br/wp-content/uploads/2024/01/31-01-PROMOTOR-HENRI-CASTRO.mp3

 

 

A defesa do réu confesso, representada pelo advogado Max Capella, disse que irá recorrer.

 

 

 

 

O autor seguirá cumprindo a pena preso no presidido de Caratinga.

H