Lavínia

Preso homem acusado de matar ciclista de Matipó de 24 anos

A Polícia Militar de Manhuaçu prendeu o homem acusado de matar a atleta Lavínia Scarlet Torres de Oliveira, de 24 anos. Segundo Capitão Túlio Santos, indivíduo confessou o crime, mas não revelou a motivação. O autor é oriundo da Bahia e estava na região para trabalhar na colheita de café. Lavínia desapareceu no domingo (05) e o corpo foi encontrado na manhã de hoje (07) com sinais de violência, na zona rural de Matipó, onde morava.

 

 

De acordo com a polícia, imagens de câmeras de monitoramento mostraram que a jovem passou de bicicleta às 10h16 sentido Matipó e às 11h43mim retornou pelo mesmo trajeto sentido Caputira, local de acesso à residência dela. Por volta de 12h30, uma mulher teria visto Lavínia na estrada principal ainda com sua bicicleta.

 

 

As imagens colhidas pela PM registraram um suspeito que estaria na bicicleta da atleta, ainda no domingo. Esse homem teria embarcado em um ônibus, com a bicicleta, para Manhuaçu. De fato, a bicicleta foi encontrada hoje no bairro Bom Pastor, em Manhuaçu.

 

 

Após a divulgação do fato para a comunidade, a polícia recebeu várias denúncias. Uma delas informava que um homem com características semelhantes às que foram divulgadas teria sido visto em um ônibus que seguia de Luisburgo para Manhuaçu. Ele foi preso no início da desta terça-feira nesse ônibus, no Distrito de Ponte do Silva, Manhuaçu.

 

 

A causa da morte de Lavínia será determina pelo médico legista.

 

 

 

H