mãe

Mãe é baleada no braço quando passava com os quatro filhos perto do local onde homem foi executado, no Vale do Sol

 

Passa bem a mulher atingida por um dos disparos de arma de fogo efetuados durante o homicídio de Maximiliano Inácio, ocorrido na noite dessa sexta-feira (05), no bairro Vale do Sol, em Caratinga. A mulher, mãe de quatro filhos, estava com todos eles no momento do crime. Ela conta que agachou para se proteger e o movimento, possivelmente, evitou que um órgão vital fosse atingido. Após atendimento médico, foi liberada. Nenhum fragmento da bala se alojou no braço.

 

 

A mãe gravou mensagem para familiares e amigos na manhã deste sábado (06) dizendo ser grata por estar viva. Também relatou os momentos de pânico, destacando que os filhos estão muito abalados. Eles presenciaram o crime e viram a mãe ser atingida. O sangue provocado pelo ferimento, segundo ela, sujou uma das crianças, e as imagens dessa noite não serão esquecidas facilmente.

 

 

O crime

Maximiliano Inácio, de 27 anos, foi alvejado quando fazia uso de bebida alcoólica em um estabelecimento do bairro Vale do Sol, em Caratinga. Os executores se aproximaram em uma moto preta. A Polícia Militar apurou que podem se tratar de um morador do bairro e outro de Ipatinga, que tem mandado de prisão em aberto. Suspeita-se, também, que mais dois indivíduos tenham fornecido armas e/ou munições. Os quatro são procurados e a motivação do crime ainda é desconhecida.

H