Praça da Estação

Praça da Estação, em Caratinga, poderá ter réplica de locomotiva Maria Fumaça

Ainda não há data definida para a inauguração da nova Praça da Estação de Caratinga. A obra na área, que até então não passava de um espaço aberto sem qualquer infraestrutura, recebeu um projeto para que tenha mais utilidade para a comunidade.
Algumas imagens da praça, que está cercada por tapumes, já foram divulgadas. Nesta semana está sendo executado o paisagismo com flores e árvores adequadas ao projeto.
Segundo a assessoria de comunicação do poder executivo, o passeio no entorno da praça ainda não está pronto para uso. Mas há também expectativa quanto à conclusão do processo licitatório para aquisição de uma réplica de locomotiva do tipo Maria Fumaça. A prefeitura abriu a licitação pela terceira vez e espera que a programação siga em frente para que a proposta inicial da obra, como um todo, seja finalizada.
A ideia se justifica na origem da Praça da Estação que foi ponto final da Estrada de Ferro Leopoldina, nas décadas de 1930 e 1940. A ferrovia deixou de transportar passageiros e cargas nos anos 1970, mas restou naquele local o prédio da estação e, por alguns anos, até parte dos trilhos.

H

Começa reforma do imóvel da antiga Estação Ferroviária de Caratinga

Começou a reforma do imóvel da antiga Estação Ferroviária, em Caratinga, situada na Praça Coronel Rafael da Silva Araújo, a Praça da Estação. Relatórios técnicos apontavam a necessidade de restauração do espaço, como problemas na cobertura, sistema de captação e drenagem de águas pluviais, forros e entorno. Na área externa, trincas e pichações, além de portas e janelas danificadas.

 

 

 

 

A história da Estação em Caratinga começa em 1927, quando Agenor Ludgero Alves conseguiu a assinatura de contrato entre o município, a Estrada de Ferro Leopoldina e o estado de Minas Gerais, incluindo Caratinga entre as cidades beneficiadas. Em 14 de julho de 1928 foram concluídos os estudos para a instalação da Estrada de Ferro, o que ocorreu em 1930, em meio a festividades.

 

 

O imóvel da estação de Caratinga possui estilo colonial de construção em alvenaria, sendo o único vestígio do tráfego ferroviário no município. O prédio foi tombado em 1998 e está sujeito a proteção especial conforme lei municipal.

 

 

 

 

A prefeitura está realizando a reforma com o crédito aprovado de R$ 200 mil do orçamento pela Câmara Municipal. O executivo ainda não informou se o imóvel irá abrigar algum departamento municipal.

H